terça-feira, 14 de julho de 2009

Vago e Específico 2 - Talento pra Quê?

Às vezes eu ouço alguém falando que sempre quis desenhar, “mas não levo jeito”.

Pessoalmente, eu acho que essa história de “levar jeito” meio caída.

Assim, eu não estou dizendo que não existam pessoas com talento, mas é muito estranho, porque normalmente elas se acomodam e não praticam nem desenvolvem.

Algo como “ah, não preciso treinar nem melhorar, sou Foda.”

E os que praticam e treinam são as exceções, mas aí marcam pra sempre o mundo.

Beethoven, Benjamin Franklin, Dumont, Spielberg, Ozamu Tesuka, Will Eisner, Cobain, Scott MacCloud…

Mas, a nós mortais, resta apenas praticar praticar praticar.

Eu não posso dizer pelas outras áreas, mas tratando-se de desenhar, ilustrar, escrever e afins, tudo que você precisa para ser BOM, é apenas treino, experiência e pesquisa.

Sim, pois mesmo que você queira ser completamente original, primeiro você precisa saber o quê já existe, concorda? ^^

E mesmo àqueles que não querem criar uma nova maneira de desenhar, escrever... Criar, de um modo geral, essa pesquisa pode ser de grandíssima ajuda.

Mas nada no universo (ahn, tá, devem existir algumas coisas) tirará o poder da experiência e vivência. De grosso modo, trata-se de tentativa-e-erro na maior parte dos casos.

Você tenta uma narrativa, um traço e depois olha e tenta ver o que pode ser melhor, o que pode ser acrescido, removido e alterado.

Quando você pede dicas a um desenhista profissional, as primeiras são “Pratique e evite usar a borracha”.

Treine! Pratique!

Não adianta quantas dicas você pegue, quantos livros você leia, sem esforço você não irá longe.

Depois de muito “caminhar”, eu vejo que o importante não é ser extremamente bom ou ser o exemplo vivo de perfeição.

O que mais conta é você ser bom o suficiente para o que você tem em mente.

Mas não use isso como desculpa para negligenciar sua técnica! XD

Imagine um balão inflável, daqueles de festinha. Você quer enchê-lo. Se você soprar agora, do jeito que ele está, o que vai acontecer?

Pois é.

Antes de soprá-lo, você o estica, o leva além de seu estado natural.

Agora, quando você sopra, o que acontece?

Pois é. ^^

Bom, novamente, não estou tentando tutorializar, nem estou sendo o “dono da verdade”.

O que eu faço é compartilhar minha experiência (que é até grandinha).

E, lógico, torcer MUITO pra que isso ajude você em sua própria caminhada. ^^

No mais, é isso, galera.

Dêem o feedback, comentem! Digam o que vocês acharam e acrescentem!

Compartilhem vocês também suas experiências comigo, só assim eu vou conseguir progredir mais e mais!

Caso vocês queiram dizer alguma coisa, mas não queiram dizê-la nos comentários, mandem um email para subghadernal@gmail.com !

Abração pra todo mundo e

.Keep Benkyoing!!!.

4 comentários:

Rodoxfrog disse...

De fato, o treino é algo que nós mortais devemos fazer para que possamos chegar nos lugares que queremos. Prática diária, seja no desenho, na escrita, ou em qualquer outra coisa, nos torna cada vez melhores.

Mandou bem Rafero!

Mynssen disse...

Filosofia Rock Lee...
Espero que funcione, não tenho mt talento mesmo.. ^^

Rafero disse...

@Mynssen você pegou o espírito da coisa!
Caraca, cara, eu tbm nao tenho ahaha

Adele disse...

e eu tenho menos ainda! mas me emocionei! rs!