terça-feira, 21 de julho de 2009

Review Star Wars: The Clone Wars


“A long time ago, in a galaxy far far away...”

(Rá! Não resisti!!!!)

Olá, pessoas que estavam esperando ansiosamente pelo meu próximo review (ou não)!!!

Só pra começar, vou esclarecer certas coisas que possam incomodá-los: não, eu não sou ultra-entendida de Star Wars, o que virá a seguir é a minha opinião e a minha visão sobre essa série animada, sem abordar aspectos técnicos ou visões comuns dos fanboys e (por que não?) fangirls da saga. Apenas assisti a todos os filmes mais de uma vez, acompanhei esse seriado e acho a história fascinante.

Quando soube da estréia de Clone Wars nos cinemas, fiquei meio sem saber do que se tratava e sinceramente não procurei saber. Assim que finalmente havia assistido ao filme, que serviu de episódio piloto da posterior série, não consegui resistir e vi a série toda, além de rever todos os filmes. E adorei o tom que a série trouxe, menos tensão no ar, humor (adoro os droids do Império – então Separatistas – são tããããão idiotinhas!) e temos a chance de conhecer durante um episódio inteiro determinado Mestre Jedi ou alguns clones, a quem finalmente é dada personalidade, sendo alguns até peça chave para o sucesso de alguma missão.

Tanto o filme quanto a série foram produzidos em CG com as imagens em 3D pela LucasArts, que todos conhecem, não é mesmo? Vamos ao enredo. As Guerras Clônicas se passam entre os filmes Episódio II e o Episódio III, tendo sido batizada assim pela participação maciça do exército de clones contratados pela República Galáctica contra as forças da Confederação dos Estados Independentes. Okey, agora parando de falar grego: quando me refiro à República digo o lado dos Jedis e dos clones (sim, aqueles caras de branco e capacete quadrado), e a Confederação/Separatistas) o lado dos Sith e dos droids (sim, aqueles robozinhos amarelinhos e magrelos que só servem pra ficar sem a cabeça e fazer volume nas batalhas). Os grandes protagonistas dos filmes e da série são Anakin Skywalker (como não?), sua Padawan Ahsoka Tano – existente somente na animação – e R2-D2, tendo Obi-Wan Kenobi, Yoda e outros Jedis como “striker” em um ou outro episódio. Do Lado Negro da Força temos General Grievous – que até então não era tão doente, Conde Dooku – felizmente transformado em Dookan no Brasil (Guilherme Briggs que o diga), Asajj Ventress e nosso renomado Darth Sidious.

Os episódios geralmente começam com uma falação desgraçada de meio minuto do narrador sobre como um conflito se iniciou e te jogam direto na intervenção dos Jedis, o que acho uma coisa maravilhosa, vai direto ao ponto. Às vezes a valentona senadora Padmé Amidala dá as caras para dar uns pegas ajudar/atrapalhar Anakin em suas missões, acompanhada do “sempre útil” Jar Jar Binks (é, lembram-se do orelhudo que só fazia M na nova trilogia? Pois!) e de seu fiel droid C3PO. E eu não poderia deixar passar as batalhas, tanto corpo-a-corpo quanto das espaçonaves, que são fluidas e muito boas.

Muito a se dizer, mas tentar evitar spoilers num review de Star Wars é meio complicado… ainda que as pessoas não conheçam verdadeiramente a história, Darth Vader é praticamente um ícone pop! Assim, não tenho muita certeza do que possa ser um spoiler ou não. Juro que me esforcei em deixar essa coisinha aqui agradável de se ler e spoiler free. Eu também gostaria muito que os que não tiveram a chance de conhecer a saga, o fizessem. Como eu disse anteriormente, é fascinante (opinião suspeita vindo de uma quase nerd). E em Setembro vem a Segunda Temporada! Vejam a primeira enquanto há tempo, sinto uma grande perturbação na Força...

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

“There is no emotion, there is peace.

There is no ignorance, there is knowledge.

There is no passion, there is serenity.

There is no death, there is the Force.”

“May the Force be with you, always.”

6 comentários:

Rodoxfrog disse...

Nossa!!! Muito bom!!! Star Wars é irado mesmo, a clone wars ficou bem maneirinha!

Que a Força esteja com todo mundo!!!! o/

Lory disse...

Uuuuuhhhhhuuuuu, muito bom o post (suspeito). Tenho metade dos filmes, vez por outra assisto e não me canso, sempre tem um detalhe pra observar, mas confesso que ainda não vi a série por pura preguiça, mas com esse seu review deu muita vontade de dar uma espiada... enfim, correr atrás de baixar :p

Abçs

Rodoxfrog disse...

@Lory - por baixar leiam viagem aos USA, ou assistir na Cartoon XDDD
PIADA INTERNA tá galera? rsrsrsrs

Kikah disse...

eu sow totalmente fangirl de star wars, tenho todos os filmes e essa serie eh mt boa msm... m amarrei... principalmente pelo ar menos tenso q ela tem...

Danijija disse...

@Rodoxfrog - Exatamente, mas foi isso mesmo que ela quis dizer, po, ir aos EUA, assim como faço com True Blood, tô lá toda semana vendo!!
@Lory - Hehe, brigada, e não deixe MESMO de assistir!

Cidão disse...

Bem, como fça de StarWars, gostei é claro de reever Jedis, Clones, Droids e Siths tampando na porrada,porém como já era de esperar, além de trazer a nostalgia, Clones wars também trouxe muitas dúvidas, e voltou a deixar abertaspontas que já havia sido "fechadas"...mas não deixa de ser super maneira a série...tambémadoro os droids burros,,,as falas deles são hilárias hehehe...enfim...ótimo Review dani!!